Semana de Arte Moderna

Evento inspirado na Semana de Arte Moderna de 1922 enfatizou as linguagens multimodais no estudo das escolas literárias

O Colégio Maximus – Unidade Santa Luzia organizou um evento inspirado na Semana de Arte Moderna, realizada em fevereiro de 1922, no Teatro Municipal, em São Paulo. O evento de 22 reuniu diversas apresentações de dança, música, recitais de poesias, exposições de obras de arte – pinturas e esculturas – e palestras. Os artistas envolvidos propunham uma nova visão de arte, a partir de uma estética inovadora inspirada nas vanguardas europeias.

Na programação da Semana de Arte Moderna, realizada no Colégio Maximus, os estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental organizaram a exposição O Brasil em Quadrinhos. Orientados pela professora de Literatura e Redação, Patrícia Alves, que trabalhou o gênero textual Quadrinhos em sala de aula, os alunos produziram tirinhas, retratando acontecimentos marcantes no Brasil.

Trabalhando o gênero textual poema, os alunos do 7º ano do Ensino Fundamental apresentaram Poesia dia a dia e Diversidade, poemas declamados e regidos pelos próprios alunos sobre o contexto da arte literária.

A exposição De volta ao Romantismo: Minha doce infância, organizada pelos alunos da 2ª série do Ensino Médio, contemplou uma releitura do poema de Casimiro de Abreu, Meus oito anos, e foi ilustrada com uma foto de infância que expressasse esse momento. Além da exposição, os alunos preparam uma coreografia, mostrando, de forma criativa, o percurso do Romantismo ao Realismo, períodos literários estudados em sala de aula. A apresentação destacou a idealização romântica e a necessidade de mostrar o Brasil do jeito que realmente era no século XIX e é nos dias atuais.

Os alunos da 3ª série do Ensino Médio ficaram responsáveis pela abertura e pelo encerramento do evento. A Semana de Arte Moderna no Colégio Maximus foi aberta com o desfile Brasil: uma nova era, apresentando os principais artistas da Semana de 22. Em seguida, eles apresentaram a diversidade cultural brasileira por meio de ritmos musicais, destacando a principal preocupação dos poetas modernistas em mostrar o Brasil aos brasileiros, enfatizando a verdadeira identidade nacional. Para finalizar, o aluno Pedro Werneck declamou os poemas Luta Interna e Expansão da Consciência, poemas escolhidos em uma vasta produção literária de sua própria autoria.