Musicalização

Expressividade, ritmo e consciência corporal são aspectos trabalhados em contexto lúdico nas aulas de música

A música está presente em diversas situações da vida humana. Ouvir música, aprender uma canção, brincar de roda, construir brinquedos rítmicos são atividades que estimulam, desenvolvem e despertam as crianças para o gosto pela linguagem musical, além de atenderem às necessidades de expressão que passam pelas esferas afetiva e cognitiva. Aprender música significa integrar experiências que envolvem a vivência, a percepção e a reflexão, respeitando-se, assim, o modo de perceber, sentir e pensar, em cada fase, e contribuindo para que o conhecimento dessa linguagem aconteça de uma maneira significativa.

O Colégio Maximus – Unidade Santa Luzia oferece no Plano Curricular a musicalização para os alunos da Educação Infantil até o 5º ano do Ensino Fundamental I. Conduzidos pela professora de música Diane Magalhães, as aulas de musicalização ocupam um dos primeiros lugares entres as aulas preferidas dos alunos. Sempre regido por um contexto lúdico, os alunos trabalham a expressividade, o ritmo, a discriminação auditiva e a nuance do som; exploram o formato e o timbre de diversos instrumentos; compreendem a noção de lateralidade; bem como experimentam as possibilidades corporais nas brincadeiras e interações do ambiente.

“A música é um bem cultural a que todos devem ter acesso. Além de sua contribuição como aptidão artística é também uma ferramenta valiosa no processo de ensino e aprendizagem. É ainda um eficaz instrumento de integração, adaptável a toda forma de linguagem e cultura, favorecendo o desenvolvimento cognitivo e linguístico, psicomotor e socioafetivo da criança”, explica a professora de música Diane Magalhães.