Leitura deleite

Rotina de visita à biblioteca estimula e incentiva a formação da leitores por deleite

A inserção da leitura para momentos de deleite nas salas de aula da Educação Infantil permite às crianças compreenderem que, em diferentes situações, lê-se com várias finalidades, como, por exemplo, uma leitura para seguir instruções, para obter informação, para revisar a escrita, para aprender ou se distrair, entre outras opções. Observando, lendo, manuseando e brincando, as crianças se desenvolvem a partir de experiências lúdicas e da interação. A leitura para deleite, com o objetivo de distração e entretenimento, tem seu papel de destaque na proposta de formação de leitores.

O Colégio Maximus – Unidade Santa Luzia com o objetivo de incentivar o gosto pela leitura, estimular a imaginação e a curiosidade, bem como oferecer às crianças a oportunidade do contato com textos de vários gêneros e autores, mantém com os alunos do 2º período da Educação Infantil uma rotina semanal de visita à biblioteca da escola. A cada semana é utilizada uma estratégia diferente para despertar o encantamento dos alunos pelos livros. A contação de história, o uso de fantoches ou a leitura livre, na qual os alunos escolhem os títulos e fazem a leitura ou pseudoleitura, são momentos de livre exploração. Esse contato é importante para estimular o gosto e o respeito pelos livros, ensinando aos alunos os cuidados básicos, como não rasgar, não amassar e não os sujar para que outras crianças possam usufruir da leitura. Outro aspecto trabalhado é o entendimento de como se comportar e agir em uma biblioteca, ambiente tranquilo e de aprendizagem.

“A leitura para deleite da maneira como ela é realizada pode se tornar um entretenimento saudável que ensina por meio da interação e de experiências significativas e prazerosas”, comenta a professora do 2º período Mary Carvalho.