Concerto no Palácio das Artes

Coral Maximus prestigiou o Maestro Vito Duarte no Concerto Comentado Pedro e o Lobo

A Fundação Clovis Salgado, por meio da Gerência de Extensão do Centro de Formação Artística e Tecnológica – CEFART, convidou o Coral Maximus para o programa Concertos Comentados, com a Orquestra Sinfônica e o Coral Lírico de Minas Gerais.

No programa foi apresentado Pedro e o Lobo, de Serguei Prokofiev, com regência de Sérgio Gomes e narração de Marta Guerra. Trata-se de uma história infantil, contada por meio da música, que foi composta em 1936 com o objetivo de mostrar às crianças, de forma pedagógica, as sonoridades dos diversos instrumentos. A peça foi executada pela orquestra e um narrador, em um único movimento, em que cada personagem foi representado por um instrumento ou naipe da orquestra e possuiu um tema musical.

A segunda peça do programa foi apresentada pelo Coral Lírico, que interpretou Ave Verum Corpus, de Wolgang Amadeus Mozart, uma música para coro, instrumentos de cordas e órgão.

As apresentações foram realizadas nos dias 12, 13 e 14 de março, no Grande Teatro Palácio das Artes e, para os coralistas do Coral Maximus, a oportunidade de vivenciar essa experiência teve um gostinho especial, pois o Maestro Vito Duarte, regente do Coral Maximus estava presente na Orquestra Sinfônica tocando oboé.

Ao término das apresentações, o Maestro Vito desceu do palco e foi recebido com muito carinho e admiração pelos alunos. “Foi uma experiência incrível! É impressionante o poder da música em nos conduzir à imaginação. A ideia de não ter a imagem pronta é muito interessante. Foi por meio da narração e a sensibilidade trazida pela música que, individualmente, construímos, em nossa imaginação, as imagens da história contada”, relatou a Supervisora Pedagógica Hercília Fabrini.