Arte urbana

Visita à exposição em homenagem aos dez anos do Projeto de arte de rua Quero Bolinhos

Conhecer o universo artístico e cultural do meio em que estamos inseridos é importante no processo de desenvolvimento intelectual e cognitivo de uma pessoa. Perceber as manifestações artísticas urbanas, em especial o grafite, como uma ferramenta humana para expressão de sentimentos, pensamentos e críticas, de forma harmônica, direta ou subjetiva, é entender a arte contemporânea que está presente nas grandes cidades. A ideia principal da arte urbana ou street art é migrar dos lugares especificamente destinados às exposições e apresentações artísticas, como teatros, cinemas e museus, expandindo-se para locais de visibilidade cotidiana, como as ruas. O grafite é, sem dúvida, a manifestação mais popular da arte de rua.

Para interagir com esse universo artístico, os alunos do 6º ano do Ensino Fundamental do Colégio Maximus – Unidade Palmares visitaram, em 11 de setembro, no espaço Casa Dura,  uma exposição em homenagem aos dez anos do Projeto Quero Bolinhos e participaram de uma conversa informal com a grafiteira Maria Raquel Bolinho, criadora do personagem “Bolinho”, que pode ser visto em mais de 600 endereços de Belo Horizonte. Sempre com cores vibrantes e traços fortes, os ‘Bolinhos” são apresentados à população mineira nos mais variados suportes artísticos e urbanos, deixando as ruas coloridas e açucaradas.

Orientados pelas professoras Clara Maria Oliviera, Bruna Amorim, Yone Martins e Mayla Vieira, os alunos produzirão réplicas do trabalho desenvolvido pela artista, os quais serão expostos na Mostra Multicultural em 26 de outubro.